Castillero del Diablo Chardonnay 2016

Homepage / Vinho / Vinho Branco / Vinho Branco America do Sul / Castillero del Diablo Chardonnay 2016

Preço: 8 € – Nota: 2,5/5

Quando vivíamos no Congo, encontrar um vinho com justo e que não estivesse estragado pelo transporte ou pelo condicionamento da loja de distribuição era um verdadeiro desafio! Um dia, um colega chileno expatriado nos ofereceu uma garrafa de Casillero del Diablo, um vinho que se encontra facilmente em todo lugar, de acordo com nosso colega, e com garantia de qualidade mínima. A propósito, em 2016, a marca ganhou o prêmio «  The world’s most admired Wine Brands » (Drinks Intenational) (Drinks Intenational). Hoje, na França, ainda apreciamos esses vinhos passe-partout das Bodegas Concha y Toro porque seus aromas de frutas maduras, como o de abacaxi, nos recorda nossos momentos de evasão nos trópicos. Este branco envelhecido em barricas de carvalho francês foi degustado em outubro de 2018 numa noite de shushi a dois.

Caderno de bordo

  • País: Chile

  • Região: Valle de Casablanca

  • Categoria: não fortificado

  • Cor: branco

  • Denominação de origem: Valle de Casablanca

  • Safra: 2016

  • Suavidade: seco

  • Produtor: Bodegas Concha y Toro (propriétaire Rotschild France Distribution)

  • Uva/corte100% Chardonnay

  • Graduação Alcoólica: 13,5%

  • Sulfitos (SO2): –

  • Terroir : As uvas do Vale da Casablanca recebem a brisa do Pacífico Sul e têm um estilo mineral graças à composição única dos solos (aluvial e coluvial).

  • Elaboração : envelhecido em barricas de carvalho francês e fermentado em tanques de aço inoxidável.

Degustação

  • Condição: nítida
  • Amarelo esverdeado, com reflexos dourados e brilhantes.

  •  Notas de abacaxi e aromas suaves de banana e avelã que vêm da barrica francesa.

Intensidade aromática

  • Boa estrutura,
  • Notas de peras verdes e sutis toques de pêssego branco.
Nível de acidez
Nível de açúcar
Corpo
Grau de madeiramento
Nível de taninos
Nível de complexidade

Serviço

  • Não

  • Temperatura de degustação entre 10-12°C.

  • Perfeito para acompanhar shushi e shashimi, pescados delicados, peixes grelhados com molhos cremosos, alcaparras ou ervas.

Evolução/guarda

  • Cerca de três anos

  • pronto para beber

  • Plage de dégustation:  2017-2019

  • Num local escuro protegido de luz solar direta e até da iluminação artificial. Se você não tiver uma adega, uma despensa ou um armário fechado, guarde as garrafas numa caixa e tape-as com um pano.
  • Evite colocar o vinho junto a alimentos ou produtos com aromas fortes.
  • A temperatura ideal para guardar o vinho está entre 12ºC e 14ºC. A temperatura deve ser constante e se existirem variações essas devem ser graduais. Por exemplo, a temperatura no local de armazenamento do vinho não deve flutuar mais de 1.6ºC num dia e 2.7ºC num ano.
  • A humidade do local é outro fator importante (nível ideal entre  60% e os 80%).
  • A garrafa deve ficar deitada (horizontalmente) para que rolha fique em contato permanente com o vinho. Evite locais com vibrações como as de eletrodomésticos.

+ Informações

Para mais informações

Contato

Boa degustação!

By |2019-01-30T15:38:35+02:00novembro 8th, 2018|Tags: , , |0 Comments

About the Author:

Raice é jornalista e redatora gastronômica, formada pelo CELSA (Sorbonne) e Académie du Vin de Paris (WSET). Franco-brasileira, nascida em Natal (Brasil), foi Paris onde ela largou suas malas. Apaixonada pela África, viveu em Angola, África do Sul e Congo. Começou sua carreira como repórter de TV em Brasília, trabalhou na CLP-TV e na Paris Première (Paris) e também trabalhou em comunicações para empresas internacionais como FUNCEF ou Total. Hoje é CEO da agência Degustar o Mundo, quando ela não está degustando ou escrevendo para este site, está desenvolvendo novos projetos. Você pode lê-la todas as semanas no Jornal de Brasília.

Leave A Comment