Homepage / Comer / Eataly Paris
Eataly_Paris, on a testé pour vous

A cadeia italiana Eataly acabou de chegar à Paris (12/04/2019) e nós testamos para você esta loja-conceito de 4.000 m² que oferece mais de 1.000 vinhos italianos, 2.500m2 de delicatessen e 7 restaurantes em 3 andares de puro consumismo. Novo endereço cozy está localizado no coração do Marais, atrás do BHV, a poucos passos do Centro Georges Pompidou. Em nossa visita, sentimos que tudo ainda é muito novo… fila de espera para entrar e alguns pontos a serem melhorados no quesito organização. Por exemplo, no restaurante de pastas e pizzas (30 andar) experimentamos um serviço muito lento, inclusive dos 6 vinhos propostos no menu, apenas metade estava disponível.

Slow food

A cadeia italiana, presente em São Paulo, nasceu no Piemonte, onde o movimento Slow Food começou nos anos 80, trazendo uma nova visão para a agricultura e a gastronomia. A Eataly se vende como parte desta tendência de comer-bem com preço justo, criando um lugar onde se pode comprar, comer e estudar a comida.

Da storytelling ao prato

Pois bem, a pizza Parma de 16 euros, cerca de 80 reais (com polpa de tomate 100% Italiana « Antonella », mozzarella di latte « Nanina » – fabricada em Paris -, presunto di Parma DOP “Zuarima” 24 meses feita no forno de madeira) com 40 minutos espera em uma sala barulhenta não teve muito impacto para nós. Tão pouco a massa (espaguete com mozzarella de Bufula parisiense) por 12 euros, cerca de 60 reais, que comi sozinha (esperando a pizza de Stéphane) e fria…

Enoteca

Quanto aos vinhos, a adega no porão da loja, com 1200 referências de vinhos italianos foi como a Disney para nós. As garrafas são apresentadas, com mapas de localização dos vinhedos da bota (excelente para revisão dos cursos WSET!). Neste porão se esconde certamente a maior adega italiana em Paris. Lá encontramos Gaja Barbaresco sori tildin 2015 por 490 euros (cerca de 2450 reais) ou um Prosecco por 9 euros (54 reais). Amplas escolhas!

À conquista do mundo

A saga da Eataly começou em Turim em 2007 quando Oscar Farinetti se iniciou no negócio de alimentos depois de vender a empresa de eletrodomésticos da família. Desde então, o empresário tem a ambição de conquistar o mundo exportando seu templo da gastronomia italiana: Estados Unidos, Japão, Brasil, Dubai … São quase 40 lojas, em 13 países, 8500 funcionários, um volume de negócios de cerca de 500 milhões de euros. Em 2019, foi a vez dos franceses de se deixar seduzir pela dolce vita italiana graças à Galeries Lafayette, que assinou um contrato de exclusividade com a marca para explorar a franquia na França.

Infos pratiques