Homepage / Vinho / Vinho Tinto / Vinho Tinto França / Vinho Tinto Bordeaux / Pomerol – Clos Saint-André 2015

 Bon rapport qualité-prix

Preço: cerca de 65 € – Nota: 4,5/5

Clos Saint André 2015 Pomerol

Clos Saint André 2015 Pomerol

Le mot de Jean-Claude Desmarty

Clos Saint André! Este é o pivô de um fim de semana em Bordeaux em novembro de 2017. Fazia dois anos que Raice me falava sobre um viticultor que tinha conhecido numa degustação de vinhos de Pomerol em Paris … Você está pensando que esta seria uma boa razão para ter ciúmes? Na verdade, era sobretudo do vinho que ela falava! Foi por isso que caímos na estrada a caminho da grande vinha dos 8.650 castelos, com a cidade medieval Saint Emilion, a mesa estrelada La Grande Maison (disponível brevemente) e o dito viticultor  Jean-Claude Desmarty. Em um dia cinzento como os bordoleses conhecessem, saímos a procura do domaine. Num cruzamento, entre pés de uvas, encontramos um homem apaixonado e apaixonante que nos esperava para compartilhar conosco o amor pelo seu trabalho. Inicialmente disponível por 1 hora, partimos de lá após 3 horas bate-papo, incluindo visita das vinhas, da cave e descoberta de alguns segredos de produção do Pomerol Clos Saint André. Finalizamos o encontro com chave de ouro,  uma degustação das safras 2014 e 2015 (tivemos a honra de sermos os primeiros a degustar a última safra engarrafa depois de 18 meses de envelhecimento)! Vou confessar, eu também me apaixonei e foi pelo 2015: requintado e elegante, este Pomerol tem aromas de frutos vermelhos caracterizados pela frescura. Ele revela na boca por um equilíbrio muito agradável. Os finos e redondos taninos dão estrutura aos aromas de framboesa e mirtilo, tudo em finesse. As suaves notas amadeiradas realçam as frutas numa expressão harmoniosa. Um final longo e persistente no paladar coloca o Clos Saint André na categoria de grandes vinhos! Volto para casa com uma caixa da safra 2015, um vinho com um grande potencial de guarda feito por um vinicultor apegado ao seu terroir.

Caderno de bordo

  • País: França

  • Região: Bordeaux

  • Categoria: não-fortificado

  • Cor: tinto

  • Denominação de origem: AOC Pomerol

  • Safra: 2012

  • Suavidade: seco

  • Uva/corte:: 70% Merlot et 30%  Cabernet Franc et Cabernet Sauvignon

  • Terroir : em 1923,  Alice Desmarty plantou algumas vinhas ao redor de sua casa, num solo de argila fina. Estas videiras se misturavam com legumes e gado e apenas alguns anos mais tarde as uvas lá cultivadas foram destinadas exclusivamente à viticultura.

  • Produtor: Clos Saint André

  • Elaboração : trata-se de um processo de vinificação artesanal que se inicia na lavoura com o uso do cavalo, o que permite manter a memória da viticultura de outrora e desenvolver a biodiversidade, evitando assim qualquer compactação do solo. Depois, vem o trabalho de foliar as videiras, dependendo das condições climáticas que mudam a cada ano. A colheita é feita por triagem seletiva a mão. Isso quer dizer que as uvas são coletadas em pequenas caixas e trazidas para a vinícola nas costas do homem! A prensagem é muito suave, à moda antiga. Esta vinificação natural baseia-se na fermentação de uvas sob a forma de pigeage e remontagem. O vinho é totalmente envelhecido em barris franceses por cerca de 20 meses. O enólogo favorece a qualidade e não o volume.

Degustação

  • Límpido
  • Cor rubi intensa

  • Aramas de frutos vermelhos e pretos. Notas de especiarias e violeta.
  • Nariz complexo

Intensidade aromática

  • Boca ampla e complexa
  • Doçura logo no ataque
  • Aromas de amora, framboesa, ameixa e especiarias.
  • Bom equilíbrio e grande frescura. Uma textura encorpada com taninos sedosos.
  • Final longo e persistente. As notas amadeiradas retornam discretamente no final.
Acidez
Doçura
Corpo
Álcool
Grau de madeiramento
Nível de Taninos
Nível de complexidade

Serviço

  • Decantar 3 horas antes do serviço

  • Temperatura para degustação entre 15 e 17°C.

  • Carnes vermelhas (bife, cordeiro) ou aves (peru)

Envelhecimento/Evolução

  • Este vinho pode e deve ser guardado por mais de  10 anos

  • Pronto para beber mas seu apogeu será por volta de 2020

  •  2017-2030…

  • Num local escuro protegido de luz solar direta e até da iluminação artificial. Se você não tiver uma adega, uma despensa ou um armário fechado, guarde as garrafas numa caixa e tape-as com um pano.
  • Evite colocar o vinho junto a alimentos ou produtos com aromas fortes.
  • A temperatura ideal para guardar o vinho está entre 12ºC e 14ºC. A temperatura deve ser constante e se existirem variações essas devem ser graduais. Por exemplo, a temperatura no local de armazenamento do vinho não deve flutuar mais de 1.6ºC num dia e 2.7ºC num ano.
  • A humidade do local é outro fator importante (nível ideal entre  60% e os 80%).
  • A garrafa deve ficar deitada (horizontalmente) para que rolha fique em contato permanente com o vinho. Evite locais com vibrações como as de eletrodomésticos.

+ Informações

Se você quiser visitar a propriedade ou comprar as garrafas raras de Clos Saint-André, entre em contato conosco rapidamente! Nossos assinantes podem fazer pedidos diretamente com o vinicultor com um preço especial My Tasty Travel (preço de entrega em Paris). Atenção, há poucas garrafas de 2012 disponíveis! Entre em contato conosco para importar este vinho no Brasil!

Safra          Preço direto do vinicultor    Com transporte de 12 garrafas       Com transporte de 6 garrafas

2012 :             69 €  / garrafa                            72 €  / garrafa                              75 € /garrafa
2014 :             60 € / garrafa                            63 €  / garrafa                              66 € / garrafa
2015 :             63 € /garrafa                             66 €  / garrafa                              69 €  / garrafa
2016 :             63 € /garrafa                             66 €  / garrafa                              69 € /garrafa

Contact