Homepage / Vinho / Ateliê vinho cacau em Paris
Dégustation chocolat vin à Paris

Na sexta-feira, 12 de abril, na La Brigaderie de Paris (Distrito 15), a cheffe Marina Stroh Ibri e a jornalista Raice Cabral-Lesellier (diploma WSET) organizam uma oficina única sobre harmonização vinho-chocolate. Duas sessões estão programadas das 14h às 16h, em português, e das 19h30 às 21h30, em francês. Você não tem mais desculpas para resistir, inclusive  o casal cacau e uva é antioxidante. Estes dois produtos tânicos se casam perfeitamente, desde que sejam bem harmonizados e este workshop vai lhe ensinar todos segredos desse casamento feliz. O ateliê será lúdico, descontraído e educativo. Uma oportunidade para aprender a memorizar os aromas semelhantes do chocolate e do vinho, dois produtos essencialmente gastronômicos. A dupla de Marina e Raice fará um trabalho com a sua memória olfativa que vai despertar seu paladar. No final deste ateliê você será um(a)  expert em harmonização cacau – vinho!

Inscrição

28 rue Saint-Charles

Metro ParisMetro La Brigaderie de Paris Bir-Hakeim

Sexta-feira, 12 de abril de 2019

 14h-16h, sessão em Português

Bandeira da França 19h30-21h30, sessão em Francês. Recepção às 19h com aperitivos.

45 EUR

40,50 EUR*

*Grupo Mulheres do Brasil

*Assinantes da newsletter My Tasty Travel

Este workshop é para os apaixonados de cacau e de vinho. Amadores ou pessoas com boa base de degustação podem apreciar este ateliê.

Mínimo de 6 pessoas

Maximo de 15 pessoas

  • Aprender a identificar e reconhecer os aromas do chocolate e do vinho
  • Descobrir as grandes famílias dos aromas
  • Testes lúdico com (Le Nez du Vin) O
  • Descobrir os princípios da harmonização de vinhos- chocolate
  • Degustação de 5 vinhos e 5 chocolates

entre 2h e 2h30

  • Le Nez du vin
  • Cartas com as famílias de sabores
  • Set / degustação
  • Folheto de 4 a 6 páginas com o resumo do conteúdo da oficina (vocabulário e as base da harmonização)

5 vinhos tintos. Abaixo da lista indicativa:

Madiran

Châteauneuf-Du-Pape

Corbières

Porto

Vouvray

Raice é minuciosa na seleção dos vinhos e privilegia bebidas produzidas por viticultores-artesãos. Os vinhos são representativos de um terroir, elaborados com respeito às tradições e à natureza.

5 chocolates de diferentes países feitos por mestres chocolatiers e cuidadosamente escolhidos pela Marina. Lista provisória: Brasil (branco forasteiro de Alain Ducasse), Java, Colômbia, Vietã,  Madagascar e Granada

Marina La Brigaderie

Nascida em São Paulo, Marina se mudou para Brasília aos 10 anos e depois passou 2 anos em Paris aos 16 anos. Aos 18 anos, retornou ao Brasil para estudar relações internacionais e começou a trabalhar na Embaixada da França. Ao mesmo tempo, Marina segue um treinamento técnico em culinária brasileira em uma das escolas mais reputadas do Brasil. Em 2006, retornou à Paris para coordenar projetos de cooperação multilateral na ONU. Depois de 12 anos de carreira internacional, ela decidiu fazer mestrado em geografia de alimentos na Sorbonne e usar o segundo grau em culinária brasileira para se dedicar à sua paixão: cozinhar. Começou a dar aulas de culinária e de cultura brasileira para empresas francesas, abriu então La Brigaderie de Paris para apresentar e propor brigadeiros aos franceses. Mais tarde, ela lança um serviço de catering para eventos em toda a França. Depois de viajar pelo mundo, Marina está sempre descobrindo novos sabores, diferentes culturas e novos estilos de vida.

Dégustation chocolat vin à Paris

Raice é jornalista e redatora enogastronômica, formada pelo CELSA (Sorbonne) e pela Académie du Vin de Paris (WSET). Franco-brasileira, nascida em Natal (Brasil), foi Paris onde ela largou suas malas. Apaixonada pela África, viveu em Angola, África do Sul e Congo. Começou sua carreira como repórter de TV em Brasília, trabalhou na CLP-TV e na Paris Première (Paris) e também em comunicações para empresas internacionais como FUNCEF ou Total. Hoje é CEO da agência Degustar o Mundo, quando ela não está degustando ou escrevendo para My Tasty Travel, está desenvolvendo novos projetos. Você pode ler sua coluna todas as semanas no Jornal de Brasília.

Inscrição